Custom Search

segunda-feira, 9 de maio de 2011

BitComet : Entre na mais nova onda do compartilhamento de arquivos pela internet.

O BitComet é um programa de qualidade que traz a você uma alternativa eficiente para aproveitar a — já não mais tão nova — onda de compartilhamento de arquivos via torrent.

Desenvolvido em C++, ele permite que sejam feitos vários downloads simultaneamente e ainda é capaz de paralisar e reiniciar downloads com uma facilidade incrível, tendo como uma das grandes vantagens o fato de disponibilizar uma lista com vários sites que disponibilizam links de arquivos .torrent para download.

Para quem ainda não conhece, os arquivos ".torrent" representam uma forma prática de distribuição de arquivos grandes. Para isso, o arquivo é baixado em pedaços, a partir de diversos computadores conectados à sua rede e simultaneamente. Assim, quanto maior o número de usuários com o mesmo arquivo, mais partes dele serão disponibilizadas e mais rápido será o download.

Por isso, a velocidade de download dependerá quase que exclusivamente da quantidade de fontes que disponibilizam um mesmo arquivo, sendo necessário que você contribua também com a sua parte, fornecendo arquivos já baixados para os outros usuários e disponibilizando parte da sua conexão para upload.

Principais Características e Vantagens

Uma das maiores qualidades do BitComet está no fato de ele ser um cliente torrent muito eficiente, rápido e acessível aos diferentes níveis de usuários.

Além de gratuito, ele contém uma série de recursos avançados e que fazem toda a diferença na hora de baixar músicas, filmes, vídeos, programas e mais uma série de arquivos diferentes sem complicação, tudo isso em um ambiente otimizado para se tornar muito mais agradável e de qualidade.
Menu prático e completo.
Rapidez nos downloads

Para contribuir com a rapidez dos downloads e com a satisfação dos usuários, o programa conta com recursos diferencias como o modo de conexão inteligente que se configura automaticamente, o armazenamento de dados em cache para reduzir o tempo de acesso ao disco rígido, a definição de prioridade no download dos arquivos, além de outras configurações automáticas que preservam os usuários dos problemas com firewalls, por exemplo.

E, para ajudar a evitar downloads frustrados, você também tem a possibilidade de pré-visualizá-los enquanto os baixa, incluindo suporte aos formatos de arquivos MP3, RMVB, WMV e QT.

Inovação na tecnologia P2P

Ao aproveitar essa tecnologia inovadora de compartilhamento P2P, você terá a possibilidade de baixar seus arquivos divididos em várias partes ao mesmo tempo, o que significa que a sua taxa de downloads pode aumentar em proporções surpreendentes. Além disso, vários mirrors são automaticamente detectados pelo programa e mantidos em contato para ajudar na velocidade de download.

Um dos outros recursos interessantes disponibilizados pelo programa é a possibilidade de interromper o download dos arquivos e voltar a baixá-los de onde você parou ao conectar-se ao programa novamente.

O programa também possui suporte completo aos sistemas de escrita estrangeiros, fazendo com que até as páginas com caracteres orientais sejam carregadas corretamente sem nenhum problema.

Facilidade de uso

Uma das grandes vantagens do programa definitivamente é a sua facilidade, que se mostra principalmente pela interface organizada e pelos recursos automáticos, que dispensam a necessidade de configurações avançadas pelos usuários e acabam o tornando ainda mais acessíveis para o público em geral.
Todas as informações necessárias sobre o download e de uma forma organizada.
Adicionalmente, ele apresenta um código leve e gratuito, que não possui nenhum tipo de adwares, spywares ou outros elementos maliciosos imbutidos no seu arquivo de instalação


Firefox 4: A raposa está de volta com visual mais limpo, segurança aperfeiçoada, novas funções e navegação ainda mais rápida!



Não é fácil conquistar um grande número de usuários fiéis como a Mozilla cativou com o navegador Mozilla Firefox. Lançado para o público em 2004, rapidamente o browser se tornou uma das principais alternativas na web, ganhando espaço e se tornando o segundo colocado absoluto na preferência do público.
Ao longo de suas diversas versões, o navegador passou por várias mudanças. Num mercado acirrado como o dos browsers, as inovações têm lugar a cada nova atualização e as versões finais, muitas vezes, ditam tendências e acrescentam muitos conceitos que, posteriormente, serão seguidos pela concorrência.
Mozilla Firefox 4.0
A versão 4.0 encerra o ciclo de atualizações das versões RC1 e RC2 e, além das correções necessárias de programação, disponibiliza novidades e ferramentas aperfeiçoadas para o usuário, resultando em uma interface mais limpa e velocidade de navegação ainda mais rápida.

Visual limpo e renovado
Para quem já havia testado as versões RC1 e RC2, o novo visual pode não ser nenhuma surpresa. Contudo, se comparado à versão 3.6 as mudanças são significativas. O Mozilla Firefox está mais limpo e minimalista, exibindo por padrão apenas as informações e funções estritamente necessárias à navegação.

Botão Firefox

Visual do Mozilla Firefox 4.0
No canto superior esquerdo, o navegador ganha o botão Firefox. A partir dele é aberto um menu de contexto com acesso a diversas funções que, anteriormente, se apresentavam em na barra de ferramentas. Opções como “Nova aba” (também disponível pelo atalho Ctrl+T), “Nova janela” e “Abrir arquivo” podem ser encontradas neste menu.
Acesso à lista de sites “Favoritos”, “Histórico” de navegação, gerenciador de “Downloads” e “Complementos” não mais ficam disponíveis a simples clique, mas todos estão organizados dentro do menu Firefox, uma espécie de “Iniciar” dentro do navegador.

Abas de aplicativos

Opções complementares ocultas no menu
Uma das funções mais interessantes criadas pelo Firefox foi a introdução de complementos e add-ons para o navegador, característica que hoje parece indispensável para muitos usuários em qualquer browser que seja.
Aperfeiçoado, o acesso aos complementos agora é feito em uma nova aba. Para acessá-lo basta ir ao menu Firefox > Complementos ou ainda digitar o comando “about:addons” na barra de endereços do navegador. O procedimento de instalação é o mesmo, mas a partir de agora não é mais necessário reiniciar o browser para que uma extensão entre em funcionamento.

Permaneça em sincronia 

Sincronia com facilidade
Para quem utiliza mais de um computador, manter o histórico de navegação, bem como as URLs favoritas acessíveis a partir de qualquer de lugar, até então era uma tarefa que requeria o uso de uma extensão ou de serviços complementares, como uma conta de usuário da Google.
A partir de agora, a opção Sync passa a ser nativa do navegador. Ou seja, basta acessá-la no menu “Firefox” e selecionar “Configurar Sync”. A partir de um endereço de email e uma senha, todas as suas informações salvas podem ser acessadas em qualquer computador. A sincronia vale ainda para preferências e e senhas.

Melhoria no uso de memória 

Uso de memória do Firefox 4
A redução da carga no uso de memória RAM durante os processos sempre foi um dos pontos que pesaram negativamente contra o browser. Afinal, muitos usuários relatavam processos maiores do que 200 MB apenas para abertura de uma aba ou janela.
Graças às novas tecnologias de aceleração de hardware, mesmo com muitas abas abertas e requerendo a execução de conteúdos em Flash e JavaScript, o Firefox manteve em nossos testes uma média de uso de memória entre 140 e 150 MB, o que demonstra um claro avanço no gerenciamento de recursos.

WebM, HTML5, CSS3, SVG, WebGL... 

Gerenciamento de complementos
Antigamente, bastava o nome de um plugin para identificar todas aquelas tecnologias compatíveis com o navegador. Hoje, é preciso ficar atento ao suporte disponível para diversas linhas de programação. A ausência de uma delas pode significar a morte prematura de um browser antes mesmo do seu lançamento.
Nesse quesito, o Mozilla Firefox está em dia com as últimas novidades. Além do suporte completo para HTML5, que proporciona recursos mais dinâmicos para a criação de páginas, e CSS3, que define folhas de estilo com mais transições e efeitos na web, há compatibilidade com SVG e WebM.
Já a SVG é uma tecnologia para definição de componentes gráficos vetoriais, aperfeiçoando o uso de imagens dinâmicas na rede. Por fim, o codec WebM funciona em parceria com o HTML, proporcionando taxas maiores de compressão em vídeos de alta qualidade.
Para que possa exibir gráficos em 3D com melhor qualidade e velocidade, o Firefox aprimorou os recursos de WebGL. A tecnologia trabalha em parceria com o HTML5 e conta com gerenciamento automático de memória.

Aceleração gráfica

Abas organizadas no Firefox
Para melhorar o carregamento das páginas, algumas operações de processamento passam a ser feitas com auxílio da placa gráfica. Isso acontece graças à interface Direct2D, disponível nas versões mais recentes do Windows.
O recurso é desativado na configuração padrão do programa, para evitar gastos maiores com energia elétrica, principalmente para usuários que utilizam o navegador em notebooks e não podem descuidar da carga de bateria.

Compatibilidade com multitouch

Muitos do tablets que chegam ao mercado virão com o Windows 7 como sistema operacional. Para eles, o Firefox 4.0 passa a contar com suporte para as versões multitouch, trazendo funções adicionais para o navegador.
Opções como cortes, redimensionamento de elementos, ajuste de zoom, giro de itens e empilhamento de imagens agora podem ser comandadas utilizando apenas a ponta dos dedos, um avanço necessário para a nova geração touchscreen de portáteis.


Atualize os drivers do computador em poucos cliques e mantenha o excelente desempenho da máquina.


Computadores são máquinas fantásticas, uma pena que não sejam perfeitas. Com a criação acelerada de novos componentes de hardware, é comum que os fabricantes desenvolvam softwares improvisados para o funcionamento dos dispositivos.
Alguns problemas básicos de incompatibilidade podem ocorrer, mas os programadores estão sempre criando novos drivers para que as placas operem da melhor forma possível. Infelizmente, ninguém tem tempo para ficar atualizando o PC todo dia. Aliás, não é mais preciso ficar vasculhando a web em busca de novos drivers, pois o Slim Drivers faz esta tarefa para você.

Automatizado
Ao iniciar o Slim Drivers pela primeira vez nota-se a funcionalidade aperfeiçoada do programa. A interface moderna guia o utilizador para que a atualização dos drivers seja realizada em poucos segundos. Infelizmente não há tradução para o português, contudo os botões e informações em tamanho grande facilitam a utilização do aplicativo.

Na tela inicial do programa é exibida a configuração básica do seu PC e um sumário sobre as atualizações que estão disponíveis (a informação sobre os updates disponíveis só aparece quando o usuário realiza a primeira varredura). Depois que o usuário decide baixar os novos drivers, o programa exibe uma tela com a lista dos dispositivos de hardware que receberão atualização.

Segurança e eficiência
O Slim Drivers parece um programa simples, ainda mais por estar em fase de testes, contudo os desenvolvedores incluíram diversos recursos para fornecer segurança ao utilizador. Ao efetuar qualquer modificação no PC, o programa oferece a possibilidade de criar um ponto de restauração, atividade muito importante para garantir a estabilidade do sistema.
É importante ressaltar que o Slim Drivers não instala as atualizações automaticamente, sendo necessário que o usuário conclua sozinho o guia de instalação. Após adicionar com sucesso o novo driver, o aplicativo requisitará a reinicialização do PC para a conclusão de uma atualização e início de outro download.

domingo, 8 de maio de 2011

Winamp: leve simples e prático.

O Winamp é um dos reprodutores multimídias mais populares da internet. Sua simplicidade e leveza fizeram com que muitos usuários escolhessem-no na hora de ouvir suas músicas e assistir a seus filmes no computador.
Entretanto, o tempo passou e novos recursos foram adicionados em todos os players, o que fez com que eles ficassem mais completos. Porém, essas novidades também os deixaram mais robustos e pesados, o que fazia com que o computador lento, além de deixar interface confusa.
Na contramão dessa tendência, o Winamp manteve-se firme às suas origens. Mesmo com diversas novidades sendo inseridas a cada nova versão, ele continua basicamente o mesmo ótimo player de anos atrás.
Visual do programa
Sem o peso da idade
Mesmo com alguns anos de existência, o Winamp ainda mantém as mesmas características que o fizeram ser um dos líderes no ramo de reprodutor multimídia. Seu visual continua moderno, mas possui algumas melhorias em relação às versões anteriores.
Todo o conteúdo é claramente dividido pela tela, o que faz com que cada função seja facilmente localizada e acessada. Algumas coisas continuam da maneira clássica, como a essência do player, com seus botões e informações sobre cada faixa. A lista de reprodução continua inalterada, o que mostra que certo respeito dos desenvolvedores do programa aos usuários de longa data.
Contudo, para fazer com que o gerenciamento das músicas fique mais organizado, uma tela adicional foi inserida na parte inferior do aplicativo. Por meio dessa nova área, você tem total acesso e controle aos seus arquivos, além de outras funcionalidades.
Visualização de vídeo
Por meio de suas abas de acesso, o usuário tem domínio de alguns recursos bastante úteis. Em “Biblioteca de Mídias”, por exemplo, você gerencia as músicas e vídeos existentes em seu computador sem precisar sair do programa.
O conceito de “tudo pode ser feito por meio do player” adotado pelo Winamp vai muito além de simplesmente encontrar seus arquivos multimídia no PC. Uma das grandes novidades desta nova versão do aplicativo é permitir que, dentro dessa mesma aba, você obtenha diversas informações sobre a faixa.
Informações sobre os artistas
Ao selecionar a opção “Reproduzindo Agora”, o programa exibe a biografia do artista em questão, assim como você confere fotos, vídeos e notícias. Além disso, também estão disponíveis outras músicas, que são executadas online. Caso você queira, é possível comprá-las diretamente do navegador, do mesmo modo que baixar toques de celular ou conferir sua letra.
Sem trocar de tela
Se o Winamp já era conhecido pela facilidade de alterar seu visual, o que dizer da possibilidade de adquirir novas skins sem ter de sair do programa? Como dito anteriormente, agora você não precisa mais sair de seu player para nada.
Navegador no programa
Com a adição de um navegador no aplicativo, qualquer função que necessite acessar uma página da rede é feita dentro do próprio Winamp. A aba “Browser” reproduz perfeitamente um programa do gênero e é capaz de conectar qualquer página sem nenhum problema.
Isso faz com que a acessibilidade do programa fique muito maior. Baixar skins e complementos, por exemplo, ficou muito mais simples, já que você faz tudo sem sair do player.
Compatibilidade com outros players
Para atrair usuários de outros reprodutores multimídia, o Winamp traz um recurso que acaba com a desculpa como “Todas minhas músicas estão organizadas em outro player”.
Agora é possível importar toda a biblioteca do iTunes direto para o Winamp sem qualquer complicação. Com isso, você pode migrar de um programa para outro sem sentir que deixou algo para trás.
Controle facilitado
Controle pelo Windows 7
Já para quem utiliza o Windows 7 e sentia falta de um controle simplificado de músicas por meio da Barra de tarefas, a espera acabou. Da mesma forma como já acontece com o Windows Media Player 12, agora é possível pausar, avançar ou retroceder faixas sem precisar acessar a janela do programa. Ao descansar o mouse sobre a tarefa, a pequena miniatura é exibida e com ela os atalhos de acessibilidade das músicas.

sábado, 7 de maio de 2011

Deixe seu PC rapido como uma bala

Download   Ccleaner Versão Final


Problemas com seu computador? Ele esta lento, travando? Deixe ele como novo com o CClean, aqui está o utilitário para limpeza de computadores mais utilizado em todo o mundo (e concerteza o mais eficaz), olhem abaixo o que este fantástico programa faz.
O que ele faz com os navegadores?
Arquivos temporários, histórico, cookies, Ferramentas de auto completar, index.dat e outros, isso nos seguintes navegadores:
Internet Explorer, Firefox, Opera, Safari.
E meu Windows? Ele ajuda?
Limpa a lixeira, documentos recentes, arquivos temporários e de log.
Meu registro ta pesado, ele resolve?
É uma avançada ferramenta para remover entradas antigas e que você não usa mais, incluindo as respectivas extensões, ActiveX Controls, ClassIDs, ProgIDs, Desinstaladores, DLLs Compartilhadas, Fontes, Arquivos de Ajuda, Local de Aplicações, Icons, Atalhos Inválidos e muito mais… você ainda tem a opção de backup, para utilizar caso queira restaurar algo mais tarde.
Programas pesam, ele ajuda?
Trabalha removendo arquivos temporários de diversos aplicativos, como: Media Player, eMule, Kazaa, Google Toolbar, Netscape, Microsoft Office, Nero, Adobe Acrobat, WinRAR, WinAce, WinZip e muito mais…
Enfim, pacote completo, deixe seu computador leve e rápido novamente!
Tamanho: 3.1MB
Idioma: Multi Língua (inclui português)

Download a versão mais atualizada direto do desenvolvedor

Tudo o que você precisa para reproduzir arquivos de áudio e vídeo.

Junto com a popularização da internet, surgiram formatos cada vez mais diferenciados para compressão de arquivos de vídeo e áudio. Graças a essa compressão, o tamanho dos arquivos diminui e, algumas vezes, tornam-se compatíveis com certos programas ou jogos. E é por isso que se você quer reproduzir arquivos com certas codificações, é preciso ter os codecs certos.
Suporte à muitos formatos de áudio e vídeo. 
São os codecs que decodificam e possibilitam que você assista ao vídeo em DivX, ou escute uma música em MP3. Muitas vezes era necessário um programa específico que trouxesse junto a possibilidade de abrir certos arquivos — o que, muitas vezes, complicava para o usuário que queria compatibilidade com diversos formatos.
Logo do pacote.Assim, foi lançado o K-Lite Mega Codec Pack, o pacote mais poderoso da série K-Lite, e que já inclui o K-Lite Codec Pack Full e o Real Alternative. É um pacotão completo, contendo tudo de que você precisa para reproduzir seus filmes sem ter nenhuma dor de cabeça. Inclui uma ampla coleção de codecs VFW (Video For Windows) e ACM (Audio Compression Manager), filtros de DirectShow, além de várias ferramentas.
Esses codecs são constantemente atualizados, e dificilmente causam algum tipo de transtorno para executar certos tipos de arquivos, pois não entram em conflito uns com os outros, nem “bugam”.

O que está dentro do pacote
Neste pacotão de utilidades chamado K-Lite Mega Codec Pack, você encontra os codecs listados abaixo e vários outros menos convencionais:
  • Formatos de vídeo: Xvid, DivX, H.264, VP6, VP7, MPEG-2, MPEG-1, Indeo 4 e 5, MP4, FLV, H.261 e RealMedia;
  • Formatos de áudio: AC3, MP1, MP2, MP3, Vorbis, AAC e AMR.
A coleção também traz diversas ferramentas, como a Tweak Tool (que identifica codecs e filtros danificados e ajuda a arrumá-los ou removê-los), a Media Info Lite (analisa um arquivo de mídia e exibe informações detalhadas sobre ele) e o VobSub, utilizado para mostrar legendas SUB em vídeos.
Reproduzindo seus arquivos de mídia
Além dessas e outras ferramentas, também está incluso um player muito leve e funcional: o Media Player Classic. Ele é um programa excelente e dificilmente alguém não o conhece hoje em dia, pois ele se tornou extremamente popular.
Isso é devido ao fato de ele reproduzir áudio e vídeo sem pesar no computador, permitindo também diversas configurações diferentes. O aplicativo aceita todos os formatos do K-Lite Mega Codec Pack e é muito melhor do que outros reprodutores por aí. Tem compatibilidade com filtros, legendas e filmes em DVD.


O player que acompanha o pacotão.


Download do K-Lite Mega Codec Pack: ftp://majorgeeks.mirror.internode.on.net/multimedia/K-Lite_Codec_Pack_710_Mega.exe

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Elimine todos os vírus presentes em seu MSN e evite encaminhá-los à sua lista de contatos.


Já não é novidade os usuários do MSN Messenger e Windows Live Messenger receberem mensagens suspeitas, que apresentam links com vírus. O pior nisso tudo é que os contatos que “enviam” essas mensagens não têm idéias de que seu MSN esteja infectado. Infelizmente, é com grande frequência que essas aplicações maliciosas são encontradas em um dos mensageiros instantâneos mais utilizados no mundo.


Se o seu MSN está fazendo encaminhando várias mensagens de vírus para seus contatos ou se você é o receptor desses arquivos, o MSNCleaner pode ser um resolução para esse problema desagradável. Ele é uma ferramenta para eliminar os malwares presentes em seu MSN, livrando você e seus amigos de receberem mensagens e arquivos executáveis com vírus.
Escaneie os processos do seu mensageiro

Completo e fácil de usar

O MSNCleaner conta com diversas ferramentas para proteger seu computador. Além de escanear o MSN, você também pode proteger o Yahoo! Messenger e ICQ dos vírus que se espalham pela internet. Para isso, instale o programa e comece a “faxina”.
Ao abrir o software, você se depara com o scanner principal, responsável por trazer todas as informações do computador e fazer a limpeza das pastas. Ali é possível conferir quantos vírus foram encontrados, o número de pastas gerenciadas e todos os processos enviados por você.
Gerenciador de processos
Basta clicar em “scan” para abrir as opções entre a varredura rápida ou completa, iniciando assim o processo de limpeza dos mensageiros. Ali você pode finalizar processos, limpar os arquivos e pastas, o cache e a lixeira, além de liberar os mensageiros de qualquer problema com vírus e spywares.

Outras ferramentas

Além da limpeza dos mensageiros, o MSNCleaner traz a possibilidade de gerenciar os processos do computador e as inicializações automáticas, visualizar informações do discos rígidos e ainda conferir os serviços executados no sistema.
Configurando atalhos
Algumas funções extras não estão disponíveis na versão Lite do programa, entretanto, isso não é um grande problema, já que as principais tarefas são executadas com precisão. Por isso, quando for usar o MSN, faça uma boa limpeza e se livre dos vírus que insistem em se espalhar pelo sistema.

Recupere arquivos deletados, com direito a filtros por extensões, prévia e um sistema de busca eficiente.

O Undelete 360 é um software feito para solucionar problemas que ocorrem ao se apagar um arquivo do computador. Seja por acidente ou pela ação de algum vírus, muitas vezes perdemos documentos importantes, que fazem a diferença na hora de usar a máquina. Nessas horas, é sempre bom contar com aplicativos de recuperação para não ter que recomeçar trabalhos do zero.
A principal vantagem do aplicativo  é ser compatível com qualquer tipo de mídia física. Ou seja, além do disco rígido do computador, você pode recuperar arquivos de pendrives, HDs portáteis ou dispositivos como câmeras fotográficas digitais. Tudo isso de forma simples, dispensando processos complicados de configuração.
O principal recurso do programa pode ser acessado ao clicar no botão “Search” (Procurar). Após clicar nele, surge uma nova janela em que se deve escolher as unidades de disco para avaliação. O tempo que Undelete 360 demora para realizar suas tarefas depende basicamente do tamanho da área de avaliação selecionada – quanto maior, mais demorado o processo.
Controle total sobre arquivos recuperados
O ponto mais atrativo do Undelete 360 se revela somente após o fim da varredura em busca de arquivos apagados. Além de mostrar uma lista completa com os dados encontrados, há uma separação entre extensões, o que facilita o processo de procurar um documento específico.
Uma característica particularmente atraente é a classificação dos arquivos em níveis. Em uma escala que vai de “overwritten” (sobrescrito) a “very good” (muito bom), o software indica a probabilidade do processo de recuperação funcionar. Isso permite focar nos documentos que ainda podem ser resgatados, principalmente quando o objetivo é recuperar uma grande quantidade deles.
Outro recurso interessante é a prévia de documentos perdidos. Especialmente útil para a recuperação de imagens, a opção pode ser acessada clicando na aba “File Preview” (prévia do arquivo) após selecionar um arquivo qualquer da lista encontrada pelo software. A única recomendação de uso a se seguir é evitar mover ou apagar dados enquanto o programa realiza análises, pois isso pode afetar os resultados mostrados negativamente.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Liberando memoria RAM

Como sabemos, o Windows tem o péssimo hábito de não liberar memória RAM após o seu uso. Isto é, com o tempo a memória RAM vai acumulando restos não usados de dados e programas.
O resultado é que, após horas de uso, o micro fica com parte de sua memória RAM ocupada com "lixo", fazendo com que o micro fique mais lento e mais propenso a falhas.
Se você está acostumado a usar programas pesados como o Photoshop, Page Maker e Corel Draw sabe muito bem do que estamos falando: freqüentemente temos de reiniciar o micro para que a memória fique liberada novamente e o micro volte a obter um bom desempenho.
A boa notícia é que existe um pequeno programa grátis que resolve esse problema com um simples clique de mouse. Trata-se do Rambooster, que pode ser baixado na Internet em http://www.sci.fi/~borg/rambooster.
Após instalar e executar o programa, basta você clicar na caixa Optimize para liberar a memória RAM. Além disso, o programa apresenta gráficos para você ir acompanhando o uso da memória RAM e do nível de utilização do processador da máquina. Você pode ainda clicar em Send to Tray para "jogar" o programa para a barra de ferramentas do Windows, ao lado do relógio.
Através do campo "Memory Control" você configura quanto de memória RAM você precisa livre. Clicando em Optimize após alterar esse valor, o programa tentará liberar o máximo de memória RAM possível até atingir o mais próximo do valor configurado. Esse recurso é excelente se você tem o costume de jogar jogos 3D "devoradores" de memória RAM, isto é, que necessitam de muita memória RAM livre para obterem um bom desempenho.
O programa possui ainda uma opção para acionar um alarme quando houver pouca memória RAM livre. O valor padrão desse alarme é de 3 MB (esse valor pode ser alterado a seu critério), isto é, quando houver menos memória do que isso disponível, o programa é acionado e limpa a memória RAM automaticamente para que exista mais memória disponível. Para essa opção funcionar, o programa precisa estar minimizado.
Como o Rambooster ocupa pouca memória RAM, recomendamos que ele seja executado toda a vez em que o Windows é carregado. Para isso, basta habilitar a caixa "Launch automatically at startup" existente na opção Preferences do menu Edit. Você também pode habilitar a caixa "Start minimized" existente na mesma tela para o programa ser iniciado minimizado.



Figura 1: O programa Rambooster libera a memória RAM, tornando o micro mais rápido

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Redmensionando suas fotos

Como primeiro post trago para vocês uma ótima dica, o programa Image Resizer VSO aproveitem, pois essa é a primeira de muitas dicas.

Redimensionar fotografias é uma tarefa muito habitual em nosso trabalho diário e também nos momentos de ócio. Por exemplo, ao utilizar imagens em páginas web que vêem de uma câmera digital, sempre temos que reduzir seu tamanho, para adaptá-las às dimensões otimizadas para sua publicação. Porém, em muitas mais situações, como ao enviar fotos por e-mail a nossa família ou amigos, também devemos redimensioná-las para que se possam transferir facilmente pelo correio eletrônico.

Porém, redimensionar uma imagem requer alguns passos e já seja por indolência ou por não saber, entre nossos contactos há pessoas que mandam as fotos no tamanho original, com o qual te mandam um par de fotos e já te enchem a caixa de entrada de seu e-mail, ou se eterniza em chegar a foto através da Internet.

Felizmente, Image Resizer VSO, vai solucionar este problema e nos oferecer uma maneira extremamente rápida de mudar o tamanho das fotos, inclusive a uma boa coleção de fotos em um mesmo passo. Além de permitir uma série de configurações muito simples e úteis para variar as características das imagens.


Nota: Redimensionando uma imagem e ajustando sua qualidade se pode reduzir o espaço que ocupa uma foto em mais de um 90% e muitas vezes sem alterar muito o aspecto.

Image Resizer (redimensionador de imagem) é um programa gratuito para uso pessoal, que além de nos vir bem, será acessível a qualquer pessoa. Podemos encontrar sua página web em http://www.vso-software.fr/products/image_resizer/

Modo de uso para redimensionar várias imagens de uma só vez

Uma vez baixado e instalado Image Resizer, temos vários modos de utilizá-lo. Vou explicar um par deles, começando pelo modo mais óbvio, que permite redimensionar várias imagens ao mesmo tempo.

1) Abrimos o programa. Então, nos aparece uma janela para selecionar arquivos. Abrimos o diretório onde estão as fotos que queremos mudar o tamanho e então, podemos selecionar um só arquivo ou vários deles. Para selecionar uma única foto o conseguiremos clicando nele e logo clicando o botão de abrir. Podemos selecionar vários arquivos ao mesmo tempo, clicando um atrás do outro com o botão "Control" (CTRL) apertado, ou com o botão "Caps Lock" e uma vez selecionados, apertamos o botão de abrir.

2) Logo, aparecemos na janela de opções de Image Resizer, onde indicamos todas as configurações que queremos para as imagens selecionadas. A opção mais destacada é indicar o tamanho da foto resultante, embora esta janela ofereça ainda mais opções se apertarmos o botão que põe "Mais". Então, o menu se amplia para mostrar novas possibilidades, como se configurar para que tenham uma qualidade determinada, um formato gráfico distinto, etc.


3) Selecionamos a ação e destino. Este passo é de suma importância, porque vamos indicar ao redimensionador de imagens como deve trabalhar. Na ação podemos selecionar vários valores:
  • Criar cópias: para que as imagens com o tamanho desejado se salvem em novos arquivos "copia" sem sobrescrever aos anteriores arquivos originais.
  • Redimensionar o original: para que a foto, com o tamanho novo, se salve sobrescrevendo o arquivo inicial. Atenção com esta opção porque poderíamos ficar sem o arquivo gráfico original no tamanho completo, se é que não fizemos uma cópia previamente dele.
  • Mover: esta última opção permite selecionar a pasta onde se salvará a foto. Porém, muita atenção, que, ao movê-lo, também apaga o arquivo original que tínhamos em um princípio.
O destino neste formulário serve para definir o diretório onde se criarão as cópias no tamanho reduzido ou onde se moverão os originais uma vez mudados suas dimensões.

4) Apertamos o botão "OK" para começar a mudar o tamanho das fotos, tal como tivermos configurado o programa. Neste momento nos perguntará ademais se queremos salvar a configuração atual, para poder utilizá-lo com estas mesmas opções mais adiante e assim economizarmos tempo em futuras ocasiões.

Uso rápido para redimensionar fotos

Se quisermos mudar o tamanho de uma foto de maneira quase instantânea, podemos apertar com o botão direito em uma imagem, ou em um grupo de imagens selecionadas de uma pasta. Então, veremos que aparece o menu contextual de Windows, onde se gerou uma nova opção para mudar o tamanho da foto.


A opção do menu contextual que teremos se instalarmos o programa é "VSO Image Resizer". Sd apertamos esta opção contextual apareceremos diretamente no programa Image Resizer, desde onde poderemos editar todas as configurações que quisermos, se é que não tínhamos salvo antes as configurações desejadas. Apertando logo o botão de OK, se realizará o processo de mudança de tamanho e características da imagem.

Características avançadas de Image Resizer

À parte das características mais básicas, VSO Image Resizer tem outras opções que podem ser úteis para usos habituais ou pontuais. Estas estão disponíveis ao apertar o botão "Mais". Então, aparece outro formulário muito simples, porém que tem várias abas para poder selecionar opções, como por exemplo, estas:
  • Alteração da qualidade do arquivo gráfico redimensionado
  • Possibilidade de escolher o formato do arquivo destino.
  • Possibilidade de criar marcas d'água nas fotos.
  • Outros efeitos, como inverter cores, efeito de cores sépia, criar bordas às fotos de distintos tipos.
  • Outras opções para o arquivo destino e as resoluções resultantes.

O programa é muito simples de utilizar, de modo que em pouco tempo você realizará as redimensões de fotos de maneira automática. Não obstante, para os primeiros usos, minha recomendação seria que tenha muito cuidado com o passo de selecionar ação e destino das fotos redimensionadas. Isto a fim de não destruir os arquivos originais e perder fotos. Pode ser interessante, nas primeiras provas, copiar antes nós mesmos as imagens que queremos mudar o tamanho e trabalhar diretamente sobre as cópias, assim sabemos que estamos salvando os originais e não há erros durante nossos primeiros usos do programa.